Pelo menos quatro índices mostraram resultados positivos no primeiro semestre do ano

Dados reunidos pela Assessoria de Gestão Estratégia (ASGE) mostram que o Tribunal Superior do Trabalho superou a meta parcial aferida pelo Índice de Produtividade Judicante (IPJ), relativo à quantidade de processos julgados por ministro. A meta era julgar 5.940 processos por magistrado nos primeiros seis meses do ano, mas cada ministro julgou, em média, 6.542 ações entre janeiro e junho de 2019.

O Tribunal vem aumentando a quantidade de julgados a cada ano, e a média esperada para 2019 é de 12.950 por gabinete.

Acervo

Outro destaque é o Índice de Processos Antigos em Tramitação (IPAT), que avalia o julgamento de processos com mais de dois anos de tramitação no TST. A meta para primeiro semestre era reduzir em 22% o acervo existente, mas o índice foi de 22,93%, mesmo diante do aumento de 30,5 % no número de processos recebidos (199.582) em relação ao mesmo período do ano passado (152.963).

Outras metas

O relatório também revela bons resultados em metas administrativas, como capacitação de servidores e afastamentos por doenças. Nesse último ponto, a meta era que no máximo 2,97% dos servidores do Tribunal tirassem licenças médicas nos primeiros seis meses do ano, mas apenas 2,79% se ausentaram de suas atividades por esse motivo.

Consulta

Os dados podem ser consultados no Portal do TST, na área de Gestão Estratégica 

Fonte: TST

Av. Carlos Rodrigues da Cruz, s/nº - Capucho - CEP: 49081-015

Centro Administrativo Gov. Augusto Franco - Aracaju/SE

CNPJ 01.445.033/0001-08