Marca TRT 30 anos
  • RSS
  • Youtube
  • E-mail
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Página Principal

ENCERRADA_VT_GLORIA_DESTAQUE.png

Na manhã de segunda-feira, 23/1, foi encerrada a Correição Ordinária da Vara de Trabalho de Nossa Senhora da Glória, com a condução dos trabalhos pelo desembargador presidente e corregedor do Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região (TRT-20), José Augusto do Nascimento.

Na oportunidade, os resultados estatísticos foram apresentados ao presidente do TRT-20, à juíza titular Marta Cristina dos Santos e aos servidores(as) da Vara, com orientação da Corregedoria para análise e correção imediata das questões que mereciam maior atenção. Também foram divulgados os índices de cumprimento, pela unidade judiciária, das metas nacionais da Justiça do Trabalho incorporadas ao planejamento estratégico do Regional.

Foram vistoriados 65 processos, observando-se no exame os itens de registro obrigatórios que constarão da Ata de Correição (Artigo 32 da Consolidação dos Provimentos da Corregedoria Geral da Justiça do Trabalho (CGJT), dentre outros atos e práticas do Juízo.

Na ocasião foram destacados os seguintes resultados que merecem destaque:

  • Cumpriu todas as Metas Nacionais do Poder Judiciário previstas para o ano de 2022;
  • Figura no IGEST entre as 25% melhores pontuadas do país desde setembro/2020, sendo a melhor colocada no Regional;
  • Tem as menores taxas de congestionamento de processos nas fases de conhecimento e liquidação e a segunda menor na fase de execução;
  • Inexistem processos conclusos para julgamento;
  • Houve redução dos prazos médios dos processos nas fases de conhecimento e execução em relação ao ano de 2021; e nas tarefas do sistema PJE, a melhor colocada na fase de conhecimento (3,2 dias) e a segunda colocada na fase de execução (6,23 dias);
  • Houve aumento de 42,42% na quantidade de audiências realizadas em 2022 em relação ao ano de 2021 (de 759 para 1081);
  • É a Vara com o menor acervo processual na fase de liquidação (apenas 3 processos);
  • Tem o menor prazo médio do Regional em relação a fase de conhecimento (47,55 dias) em todas as situações como, por exemplo, para realização da 1ª audiência (41,61 dias), desta até o encerramento da instrução processual (15,94 dias) e da conclusão até a prolação da sentença (2,7 dias).

Pontos Fortes

  • Gestão permanente do magistrado titular em sintonia com os(as) servidores(as);
    Formação e qualificação de magistrados(as) e servidores(as);
    Infraestrutura física e tecnológica, com ótimas ferramentas de gestão processual e administrativa;
    Planejamento Estratégico Participativo;
    Plano de Gestão da Vara;
    Iniciativas voltadas para a saúde e qualidade de vida;
    Segurança Institucional;
    Política de Gestão Socioambiental.

 

Ascom/TRT-20 com informações da Secretaria da Corregedoria

 

 

 

Outros Servicos