Objetivo é identificar as dificuldades e necessidades dos profissionais que vivem essa realidade

A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) lançou, nesta segunda (7/10), pesquisa sobre as dificuldades e necessidades dos magistrados e magistradas que são pais ou guardiões de pessoas portadoras de deficiências. O questionário visa conhecer e compreender a vida cotidiana de quem se responsabiliza física e emocionalmente com a atenção desses brasileiros.

Para o diretor de Cidadania e Direitos Humanos da Anamatra, Marcus Barberino, é de extrema importância a participação de todos os magistrados e magistrados que estejam nesta situação, para que a atuação da Anamatra, na Comissão Criada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para regular o regime de trabalho desses magistrados e magistradas, seja abrangente e efetiva.

“Contamos com a sua contribuição. Entendendo as percepções de cada magistrado e magistrada acerca do problema, sejam elas vivenciadas diretamente ou à distância, a Anamatra poderá incrementar as condições de vida desses profissionais, mães e pais que cuidam cotidianamente dessas pessoas que estão sob suas guardas ou que são seus filhos”, enfatizou.

Clique aqui e participe agora mesmo. A pesquisa ficará disponível até o dia 21 de outubro.

Fonte: Anamatra

Av. Carlos Rodrigues da Cruz, s/nº - Capucho - CEP: 49081-015

Centro Administrativo Gov. Augusto Franco - Aracaju/SE

CNPJ 01.445.033/0001-08