Selo Sou 100% PJe
  • RSS
  • Youtube
  • E-mail
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

O hotfix também traz soluções para o problema de assinatura com o Shodô pelos oficiais de Justiça e contribui para manter o PJe mais estável.

 

O Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), por meio da equipe técnica responsável pelo sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe), disponibilizou, no último dia 10, um hotfix para todos os Tribunais Regionais do Trabalho para corrigir falhas no código do software.

O hotfix 2.5.7 atende a 13 demandas da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho para ajustes em relação às medidas de combate ao novo coronavírus e também traz soluções para o problema de assinatura com o Shodô (assinador digital utilizado para validar documentos de processos pelos oficiais de Justiça).

PJe 2.6

Ainda serão lançadas duas outras correções em 2020, programadas para 10 de agosto (hotfix 2.5.8) e 10 de setembro (hotfix 2.5.9). Em seguida, os esforços se concentrarão na versão 2.6 do PJe, que trará, entre as principais novidades, o eCarta, o eRec internalizado, uma nova remessa (primeira parte), o EXE15 (banco de penhoras), o MNI 3.0, a notificação expressa, a finalização do cadastro de pessoas 2.0, o novo minutar voto, o SIG (ferramenta de verificação de metas) e o Gemini, além de diversas outras melhorias pontuais por todo o sistema.

Atualizações constantes

Junto com o hotfix 2.5.7 também foram liberadas novas versões do Shodô (1.1.1) e do AUD4 (1.0.2). Ainda está previsto para este mês o lançamento da versão 2.1.0 do SIF2.

Todas as questões do PJe inconsistente ou não resolvidas (issues) detectadas estão sendo tratadas e monitoradas pelo Grupo Nacional de Negócio do PJe (GNN-TST) e devem ser finalizadas até o hotfix 2.5.9.