Selo Sou 100% PJe
  • RSS
  • Youtube
  • E-mail
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Com o objetivo de ampliar a acessibilidade de portadores de deficiência auditiva à Justiça, o Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região (TRT20), por meio da Coordenadoria de Gestão de Pessoas (CGP), realiza mais um curso de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais).

Iniciado na segunda-feira (17/8), o treinamento, ministrado pelo instrutor Leonardo Lima (que é deficiente auditivo), do Senac, conta com a participação de 24 servidores, em especial aqueles que trabalham com atendimento ao público.

O curso, realizado de forma telepresencial, por meio do aplicativo ‘Teams’ da Microsoft, ocorre de segunda a sexta, das 13h às 15h, com carga horária total de 120 horas. “A carga horária diária é de 4 horas, sendo 2 horas de aula e 2 horas para o desenvolvimento de atividades”, observa a chefe do Setor de Treinamento e Aperfeiçoamento, Norma Sueli Martins de Santana.

Para a participante Cynara Rezende, a iniciativa propicia a oportunidade de comunicação com os portadores de deficiência auditiva de forma direta e em sua própria linguagem, tornando o atendimento mais humano e agregador. “Dessa forma, há o engrandecimento ao atendimento pessoal ao jurisdicionado; isto é: inclusão e respeito, um marco do TRT20, que há tempo vem contratando prestadores de serviços com essa deficiência”, destaca a servidora, que atua na Ouvidoria.

 Curso_Libras.jpg

Ascom/TRT20